27.4.14

Nossa sala - Onde estamos

Finalmente hoje vou mostrar o início das mudanças na nossa sala. Devagar as coisas vão ficando prontas e deixando tudo com um aspecto de casa de verdade. Sei que ainda falta muito, que é apenas o início de uma longa e duradoura transformação. Digo longa e duradoura porque uma casa nunca termina de se transformar em lar. Ela acompanha a evolução de seus moradores, com alterações de projetos no meio do caminho e as vezes com uma pausa para refletir se o caminho seguido é o correto. Uma casa segue o espírito de seu dono, pois é preciso ter nossas referencias estampadas nas paredes e em tudo que existe para ela tenha nossa verdadeira personalidade, e faça nos sentirmos parte dela, e isso só conseguimos com tempo.

Caso vocês não lembrem podem checar aqui de onde partimos até chegar onde estamos.


Optamos por um piso laminado flutuante, pois esses não são colados no chão e sim encaixados (clicados como chamam). Fizemos essa opção pois como já falei da nossa "urgência", pensamos que num futuro poderíamos tirar esse piso da sala e transportar para os quartos, mais depois vimos que não é tão fácil assim, pois existe uma perda muito grande nesse transporte. Mas tudo bem porque o importante é que gostamos bastante do resultado. E o melhor é que ele amortece um pouco nossas "pisadas duras" nas cabeças dos vizinhos. rs


Estamos falando ainda da fase de torna-lo habitável, que está quase concluída. Ai vocês me perguntam... "Como assim instalou esse piso lindo e não pintou o apê?!!!" Na verdade pintamos ele todo de branco apenas para dar uma limpada no ambiente, mas minha vontade de colocar um pouco mais de cor ainda está de pé, e por isso vou deixar como inacabado para me cobrar essa promessa que fiz para mim de ter um pouco mais de cor na minha casa, uma vez que na casa dos meus pais sempre pintamos tudo de branco sem graça. Ah sim... já estava esquecendo... O teto não foi pintado ainda pelo mesmo motivo, queria mais cor e quase colocamos papel de parede nele, mas como a sala é muito grande e devido a complexidade de colocar papel de parede no teto, o orçamento ficou meio salgado e acabei adiando. Mais ainda namoro essa possibilidade.


Utilizamos um rodapé de 13 cm de altura, e simplesmente amei o resultado. Achei bem mais vistoso que os rodapés tradicionais de 7 cm. O nosso é de MDF pintada de branco. Não lembro a marca, mas se alguém se interessar eu dou uma procurada no orçamento.


Primeira fase: Tornando o espaço habitável - 95% concluído

  • Trocar o piso 
  • Tampar os buracos das paredes
  • Tirar a porta entre a sala e o corredor
  • Pintar paredes e teto
  • Colocar rodapés
  • Instalar roda teto
  • Trocar as tomadas e interruptores

Segunda fase: Da arrumação a decoração 0% concluída

  • Fazer cortinas (cortina + blackout ou cortina + persiana?)
  • Trocar o rack (Painel, talvez.)
  • Comprar um sofá novo (que não seja retrátil)
  • Comprar luminárias
  • Trocar a mesa de jantar
  • Trocar o forro das cadeiras
  • Cortar o vidro da mesa antiga e reutilizar na mesa nova
  • Montar um cantinho de bar para o marido
  • Comprar mesa lateral e de centro
  • Comprar um tapete
  • Colocar quadros 
  • Colocar papel de parede
  • Criar um ambiente no hall de entrada
  • Convencer o marido de pintar a sala com uma cor mais alegre.
  • Tirar a camada de insulfilme das janelas (colocar janelas nova. Será? Um dia.)
  • No final de tudo trocar a porta de entrada

Como as fotos foram tiradas com o tablet, não ficaram boas pois minha máquina resolveu para de funcionar, mas acho que já havia dito isso antes né?

Nenhum comentário: